sexta-feira, janeiro 28, 2005

Inevitável...

Freitas do Amaral pede maioria absoluta para o PS nas próximas eleições

O ex-presidente do CDS Freitas do Amaral assume hoje, num artigo de opinião publicado na revista "Visão", que vai votar no Partido Socialista nas eleições legislativas antecipadas de 20 de Fevereiro, considerando essencial a obtenção de uma maioria absoluta daquele partido.

in Público, 27.Jan.2005

Comentários:

Já em 2002 tinha aconselhado a votarem no PSD. Pessoalmente julgo que o principal motivo é que um governo minoritário perde demasiado tempo e energias a tentar arranjar compromissos com outras forças políticas para fazer avançar as suas políticas. Assim ele prefere que quem ganhar (e não havia dúvidas na altura como não há agora) gabhe com maioria.  

1.
O Prof. Freitas do Amaral tem a legitimidade moral de quem foi fundador do CDS, disputou eleições contra Mário Soares e até já presidiu à Assembleia Geral da ONU.
Vale mesmo a pena ler o artigo completo e ver o Prof FdA ridicularizar Pedro Santana Lopes ao expoente máximo e destruir, ponto por ponto, o demagógico programa de governo do PSD.
Além de revelar um grande sentido de estado e de responsabilidade democrática, FdA mostra, sobretudo, que os tem no sítio e dá um grande exemplo de dignidade política.

2.
Morais Sarmento anda preocupado com os eventuais acordos do PP com o futuro governo do PS.
As palhaçadas de PSL já conseguiuram transformar a AR numa pescadinha de rabo na boca - até a direita sente necessidade de dar o ** à esquerda...

Até breve,

I.  

Ou se calhar, antes como agora, prefere "apostar no cavalo vencedor"... pode ser que venha de lá mais um cargo na CGD, ou na ONU...  

Medman,este último post não merece comentário...  
Enviar um comentário

«Inicial