segunda-feira, janeiro 10, 2005

Ministro de Gestão

Já se sabia que o PR tinha dispensado o Governo de funções.
Só não se adivinhava era que isso significasse que certos Ministros pudessem ir de férias para S. Tomé e Príncipe às custas dos contribuíntes...

Comentários:

Realmente é uma vergonha: fazer uma viagem a S. Tomé com uma comitiva para entregar material que não vale a viagem de todos, havendo voos regulares diários fretar um avião só para a comitiva (que ficou à espera que as férias acabassem para a viagem de volta) e ficar lá a fazer férias no melhor resort (não sendo claro quem paga o resort).  

Não terá sido bem assim... As férias resumem-se de facto a 2 dias de visita oficial e 1 dia de actividades lúdicas alegadamente a expensas próprias.
Se é criticável? Claro que sim... A mulher de César, por muito séria que seja... tem que o aparentar...
É grave? É muito relativo... Considero mais grave a visita do cenoura à China, acompanhado de 100 empresários (que vão lá para fazer negócios e ganhar dinheiro), tudo isto à custo do bolso dos contribuintes... e acreditem que dava para muitas viagens a São Tomé...  
Enviar um comentário

«Inicial