domingo, agosto 28, 2005

Homeopatia=Placebo

Clinical effects of homoeopathy are placebo effects
The evidence for a specific effect of homoeopathic remedies is weak, according to a study. The investigators conclude that the clinical effects of homoeopathy are compatible with placebo effects. Aijing Shang and colleagues compared randomised placebo-controlled trials of homoeopathy with matched RCTs of allopathy. When the analysis was restricted to large trials of high quality there was no convincing evidence that homoeopathy was superior to placebo, whereas for conventional medicine an important effect remained
(thelancet.com Sunday August 28 2005)

Embora o estudo só prove que com os ensaios clínicos realizados até agora não tem qualquer eficácia, como é que diluindo uma substância até ficarem algumas moléculas por cada dose iria ter algum efeito?

Comentários:

já tinha lido a notícia num jornal inglês. também em termos de comunicação ainda exite muito para evoluir em Portugal.
Quanto à nem sei o que dizer. Em fim, começa-se a levantar o véu sobre tanta coisa que nada faz. Que medidas aplicará o Governo e a Ordem dos Médicos para impedir práticas como esta, que não benificiam em nada os doentes?  

Ó osso, a Ordem??? Ah! Ah! Ah!  

Creio que o Francisco está a laborar em erro quando diz: "poucas moléculas não têm efeito"; julgo que está a pensar que os remédios homeopáticos são remédios que "curam", na estrita acepção do conceito Alopático.
Segundo penso saber, os tratamentos homeopáticos trabalham na base de "curar doença de cão, com pelo de cão"; quer dizer, administrando quantidades ínfimas de um determinado produto, provocam uma "mini-doença", obrigando o organismo a criar anticorpos e defesas para "o grande mal" que, quando vier (se vier), não trará efeitos de maior.
São conhecidas as vacinas bebíveis contra a gripe que os Homeopatas receitam antes do tempo das gripes; e é também o princípio de quase todas as vacinas de imunização: são injectados vírus (em pequenas quantidades) para que o organismo crie o exército (ou pelo menos as condições para...)que vai reconhecer (e estar preparado para) o antagonista, quando ele atacar em força.
Claro que existe sempre o factor "placebo"; mas este é psicológico e inerente a qualquer pessoa que está doente (mesmo que a doença se chame Hipocondria) e tende a variar com a propensão de cada pessoa para a "crença", e também com a maior ou menor credibilidade que essa mesma pessoa dá a quem lhe receita o tal "remédio".
Se a minha crença for grande e tiver confiança no médico quando ele me diz "-Amanhã já está bom !", eu "fico bom" nem que seja com um simples copo de água...
- - - - -
Um abraxe do Paralaxe  

Vamos lá a ver caro Paralaxe:

Não é tanto o que o Francisco disse (escreveu) que importa. O que interessa é o estudo, e este demonstra claramente que a homeopatia, ainda que muito bem intecionada, não tem qualquer efeito credível e demonstrável.

Se estivermos a "tratar" adoentados tanto podemos usar remédios homeopáticos como comprimidos de farinha. Agora se o objectivo é tratar ou prevenir doenças é melhor usar outra(s) "coisa(s)".

É claro que cada um toma aquilo que quiser...  

Estamos um Portugal... Nada me espanta - mas nao somos os unicos a assistir a curadeirice...  

Um médico alopata a receitar remédios homeopaticos é um completo disparate.
E depois dizem que não funciona.
Pois claro que não funciona!
Toda a filosofia que rege a homeopatia é absolutamente desconhecida aos ex-estudantes da faculdade de medicina alopática.
Estas medicinas doces ou suaves requerem cabeças a funcionar de forma totalmente diferente.
Médicos não percebem nada de medicinas alternativas há muitos anos. Antes não era assim.



Médicos a receitar homeopatia é como advogados a trabalhar como engenheiros.
Cai tudo.
Não percebem nada do assunto!
Dâaaaaaaa! Dâaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Trabalhem a envenenar a população com medicamentos tóxicos que foi isso que estudaram.
Deixem os remédios para nós. Medicamentos é convosco.
Leia o que diz uma ex-médica no
www.personocratia.com
Eu estive uns anos na faculdade de Medicina. Saí de lá por não querer "ganhar a vida a matar pessoas mesmo que fosse impunemente pois todos os colegas se encobrem"!
Médicos agora são meros peões da industria farmaceeutica. Escravos assustados por poder perder o tacho.
E a Ordem é uma vergonha de subserviência.
Agora se me chamam médico reclamo logo:
---"Chame-me curandeiro, se faz favor!
Eu ganho a vida a ajudar pessoas a curarem-se a si mesmas. Ser médico tornou-se algo muito arrogante, confuso e pervertido."  

lítio caro anónimo... acho que estás a precisar de lítio. tanta bile desperdiçada...

não se trata de quem receita o quê... tratam-se de números, ensaios clínicos e fisiologia básica (se andaste mesmo uns anos na faculdade, devias saber o que é isso...) Como diria alguém que eu conheço... a matemática arrasa com isso tudo. Não são crenças, nem ideias, tão pouco opiniões, são evidências científicas.

É por mentalidades bacocas como a tua que os indicadores de saúde em Portugal ainda são o que são.

Ah... e obrigado pela sessão de humor; há muito que não me ria tanto com tanta estupidez junta!!!  

É engraçado como tanta gente corre à farmácia, na esperança que as moléculas de água tenham memória...
Porque os medicamentos homeopáticos sao mesmo assim: dilui-se infinitamente uma infíma quantidade de moléculas, até, virtualmente, nao haver uma única molécula do composto original num simples frasquinho. Ou seja, água com aroma...
Quando não são misturas perigosas de ervas não controladas, que em vez de ajudar desajudam... Não sou totalmente descrente do poder das ervas (sou adepta dos cházinhos...), mas a bem dizer, a necessidade de fiscalização e legislação é gritante!

PS- E sim, na Faculdade de Medicina explicam-nos os princípios da homeopatia...  

Oh anónimo!

Tanta frustração junta numa só pessoa é capaz de fazer mal...

Vai um cházinho? Sim! De ervas naturais. Porque o que deveria ter sido bebido na infância não deu lá muito resultado, pois não?

Já agora e para que conste os médicos "alopatas" por norma não fazem hemeopatia. De facto estudaram numa Faculdade de Medicina e conseguem perceber a diferença.

Aproveitando o já agora anterior:

convém que consulte os dados existentes sobre mortes e/ou necessidade de transplante hepático emergente devido a hepatites fulminantes em doentes a beber chás e outras coisas ditas naturais e homeopáticas. Talvez se surpreendesse.
E por "incrivél" que pareça não tem sido possivel responsabilizar os ditos curandeiros homeopáticos que os prescrevem mas...já toda a gente sabe que é tudo muito claro e transparente no mundo da homeopatia.

Boa sorte na sua carreira  

Que risada. Pois o que eu te digo caro anónimo é que deves continuar a usar os teus placebos mas quando tiveres "doentes a sério" manda-os a um médico a sério.
Ah - E se quiseres saber o que é a medicina (a verdadeira) manda-me os teus contactosbotelho0  
Enviar um comentário

«Inicial

quinta-feira, agosto 25, 2005

A nossa democracia

"Negócios imobiliários financiam dirigentes, campanhas e partidos"

À medida que se aproximam as próximas eleições autárquicas aparecem mais uma vez os vícios e fragilidades da nossa democracia:
- câmaras endividadas para apresentarem obra em ano de eleições (aumentando o défice público): recorrendo ao crédito de bancos; tendo empresas públicas que recorrem ao crédito de bancos; atrasando-se no pagamento das suas dívidas
- câmaras que aprovam projectos urbanísticos que não são do interesse dos munícipes (especialmente no final dos mandatos autárquicos já após as eleições e nomeadamente quando vai para lá outra cor política): dá dinheiro às câmaras permitindo ajudar a fazer obras; dá dinheiro aos autarcas e partidos (corrupção).

Sem nunca ter visto provas concretas atrevo-me a dizer que é uma prática generalizada. É assim que o sistema funciona. Atrevo-me a propor algumas propostas:

- campanhas eleitorais com orçamentos obrigatoriamente reduzidos

- mais debates nos órgãos de comunicação públicos (TV, rádio, revistas camarárias)

- proibição da aprovação de qualquer projecto urbanístico após as eleições com um orçamento acima de 500 mil euros

- um resumo do relatório de contas das câmaras ser divulgado e publicado 1 mês antes das elições



Comentários:

É lamentável que isso aconteça. Só vem provar que Portugal está ainda muito atrasado em relação à (cauda) da Europa.

A pior das situações é os interesses não serem só imobiliários, é o governo também "mexer os cordelinhos".

Em relação às propostas que fazes concordo com tudo na sua generalidade. No entanto, acho que ainda se pode ir mais além e ser mais exigente.
-Após ser conhecido o resultado das eleições não deveria ser aprovado nenhum projecto. Seja ou não urbanístico e independentemente do seu custo.
-As tomadas de posse deveriam ser o mais rápidamente possível, (idealmente logo no dia seguinte) no máximo um mês após a saída dos resultados.
-Não só as câmaras deveriam apresentar e divulgar os seus relatórios até 1 mês antes das eleições como os partidos deveriam fazê-lo. Embora estes deveriam apresentá-lo 1 mês antes e 1 mês após as eleições.
-Os meios de comunicação social seriam um bom meio de debate, mas se ele fosse visto como tal em vez ser utilizado como um tempo para ataques individuais (eu fiz isto e o sr não fez aquilo!).  

Acho que tudo isto se resume a uma palavra: responsabilização. Enquanto a classe política fôr irresponsabilizável pelos seus erros e não puder ser punida por má utilização de fundos públicos não vamos a lado nenhum...

O que este país precisa é de um "choque cultural". De desenvolver uma cultura dos 3 R's: rigor, respeito e responsabilidade...  
Enviar um comentário

«Inicial

quinta-feira, agosto 18, 2005

Idiossincrasias do SU

- Alguma vez utilizou drogas?
- NÃO!!! Só injectáveis...
- ??? Injectáveis?
- Sim, cocaína e heroína...

Passadas umas horas, levaram os dois polícias e os 2 agressores para a mesma sala! E o "outro" polícia que os levou, deixou-os lá em "amena" zaragata! Retirei-me antes que levasse um tiro. Entretanto os "reforços" lá conseguiram evitar que as agressões se repetissem. Parecia que a Feira de Gondomar se tinha transferido para o SU!!!

- Então, de que se queixa?
- De nada.
- Então porque está aqui?
- Quero fazer um teste de álcool, para mostrar ao patrão que não estou bêbedo...
- !!!!

Comentários:

haha e muita sorte em tar lá a policia. Na minha santa terrinha, a superesquadra é em frente ao centro de saúde,mesmo do outro lado da rua. Mas qd a policia é chamada por alguma razão (normalmente toxicodependentes "mal dispostos") têm de esperar pelo carro de patrulha para se poderem deslocar lá... como quem diz "resolvam isso vcs antes de aí chegarmos"...  

E vomecês não sabem resolver isso? Eu ensino. Fecham-se as luzes e as janelas. Colocam-se os óculos de visão nocturna. Dá-se uma polinheira ao dito. Sai-se da sala. Espera que chegue a polícia. E quando finalmente vierem, diz-se-lhes: "está fechado naquele gabinete... mas com o barulho que de lá vinha, cuidado que devem estar muitas coisas partidas pelo chão, blá, blá  
Enviar um comentário

«Inicial

domingo, agosto 07, 2005

O poder dos alimentos "aditivados" :)

....depois da descoberta do multipotencial milagroso do Aloés (que está presente desde em iogurtes e chocolates até em sabonetes e detergentes) que prometia curar todas as maleitas da Humanidade….

....a indústria farmacêutica iogurteira deu um pequeno passo na lactocultura, mas um grande passo no combate à patologia humana….


De que é que estou a falar??? - Dos brilhantes “potinhos” que invadiram as gélidas prateleiras dos supermercados:


- Há os que fazem de “tudo o que é bom para a saúde” – Caso dos bífidos activos;

- Há os que baixam o Colesterol – “resinas” mágicas presentes em iogurtes e até (surpreendam-se todos!!!!!) em manteigas;

- E por fim há os que (anda enalapril, morre de inveja!!!l) “fazem bem” à tensão arterial – Uns tais péptidos activos….


E o que é que eu acho de tudo isto?

-Imagino num futuro próximo o Sr. Joaquim, chegada a 1 da tarde, virar-se para a Sra. Maria a dizer: “Ui, está na hora de tomar a minha fatia de queijo…..”;

-Talvez também occorra o contrário, e as farmácias se transformem em charcutarias: “Ora era um quilo de lombo com aspirina e arrange-me aí 200g de fiambre com amoxicilina que o miúdo tá constipado….” …………… bem, agora assustei-me a pensar como seriam as receitas…..

-Por outro lado pergunto-me se os antibióticos que vêm nos frangos também vão passar a ser publicitados…


...... Bem, não me quero tornar muito maçudo… despeço-me deixando um pensamento no ar:

- Será que era disto que falavam quando se referiam à venda de “medicamentos de venda livre” em supermercados???

Comentários:

lol... :)

só mesmo tu! ainda pensei que o teu 1º post fosse sobre a utilização a dar a "vinhetas" roubadas... :)  

bem eu tenho que me rir...

ao ler este post tive uma sensação de dejá vu... a verdade é que um colega farmaceutico me disse entre outras, historias absurdas, que uma senhora chegou lá à farmácia a dizer ter deixado de tomar os medicamentos, porque a manteiga becel (passo a publicidade) baixava o colesterol!!!

daí que este post faça todo o sentido!!  

Agora é que se vai promover os franguinhos e porco com hormonas... Assim as crianças crescem mais depressa.
Vamos a ver qtas pessoas não vao alterar a medicação para passar a tomar iogurtes como alternativa mais saborosa.
Gostei do blog. Hei-de voltar.  

Muito bem pensado este post, é mesmo de nos deixar a imaginar quais serão as próximas invenções aditivadas. Nem quero pensar!  

digam lá que os vióticos e as armonas não dão um gostinho especial ao frango :)  
Enviar um comentário

«Inicial

sábado, agosto 06, 2005

Os parques de Londres


Serpentine Gallery - Kensigton Gardens - London Posted by Picasa

quarta-feira, agosto 03, 2005

o choque tecnológico


... no país com melhor qualidade de vida em todo o mundo... Posted by Picasa


Nicosia - a �ltima capital europeia dividida. Esta � a linha verde que serve de zona tamp�o entre Turcos e Gregos Cipriotas.

Comentários:

Ainda vai correr muita tinta acerca desta pequena ilha... A Turquia quer entrar para a EU, mas não abre mão de Chipre... E também não me parece que Chipre se queira submeter ao poder Turco... Felizmente esta é "aparentemente" apenas uma "guerra diplomática".

Como é que eles se dão por lá???  

Só agora vi... Ainda vais preso!!! Desrespeitaste o "no photo"... Ai se os turcos descobrem...  
Enviar um comentário

«Inicial

terça-feira, agosto 02, 2005

Aconteceu

o que eu temia... O doente de que falei ontem...digamos que... já não está entre nós.
Não resisitiu à descompensação da sua insuficiência cardíaca e entrou em edema agudo do pulmão.

E atormenta-me o facto de não saber se, de facto, fiz tudo o que podia. Se tivesse actuado mais cedo, se não se tivesse passado o fim-de-semana pelo meio, se tivesse sido mais agressivo, se... A medicina é um mundo de ses. E por vezes, mesmo as decisões que pensamos mais certas, terminam de uma forma que não gostamos. E temos de aprender a viver com isso...

Talvez o inevitável viesse a acontecer de qualquer das formas, talvez fosse adiado por uns dias. Sei que tomei os procedimentos "protocolares", mas apesar de o "instinto" mo dizer, tive medo de ser mais agressivo no tratamento. Tive medo de fazer mal. De "piorar" pela cura. De faltar ao primado da ética médica: Primum non noscere. Antes de tudo não fazer mal.

Desta vez, talvez tivesse resultado melhor arriscar. E da próxima???

Comentários:

Tratar um doente não é adiar a morte, mas melhorar a qualidade de vida.
Tenho a certeza que fez aquilo que podia. Por vezes sentimo-nos impotentes, mas há coisas que, infelizmente, não dependem de nós. Tem de acontecer...

Acabei agora o 12º ano, e o meu sonho era entrar em medicina, para tirar pediatria. Por isso, também para mim a medicina e um mundo de ses: se eu entrasse, se eu me pudese entregar a todos, se eu pudesse fazer aquilo com que sempre sonhei, se... se tudo fosse mais simples...

A próxima vez será a próxima vez, não vale a pena pensar já. Quando ela chegar, aí sim dedicará os seus pensamentos e conhecimentos a essa causa!

*Beiju*  

Difícil profissão essa...  
Enviar um comentário

«Inicial

Dúvida existencial 3

Será que vou ser substituído como administrador deste blog? Ouvi dizer que o eng. zé trocas, perdeu a confiança política em mim...
Noutros tempos seriam tachos e trapalhadas... hoje é tudo normal!!! O engenheiro vai no bom caminho... prometeu um choque tecnológico. A mim, há muito que me pôs em estado de choque, já só falta o tecnológico...

Comentários:

este estado de calamidade política já não choca ninguém porque tudo é feito à descarada.
a tecnologia que vai chocar com o nosso povo vai apenas ser aquela que utilizávamos há uns 50 anos atrás (carros de bois e afins) pois não há dinheiro para mais (só para TGV,OTA&Cª).  
Enviar um comentário

«Inicial

Dúvida existencial 2

Será que o TGV é mais rentável do que o Metro do Porto? E quantos km de metro se constroem com uma OTA?
Pergunta de retórica: De que serve um TGV entre Lisboa e o Porto que demore 1 hora, se depois se demora outra a chegar de Campanhã à Boavista?

Comentários:

o pior é que o TGV não vai demorar 1h para fazer lisboa Porto, nem vai utilizar todas as suas potencialidades já que o máximo de velocidade que vai atingir são apenas uns 220 km/h  
Enviar um comentário

«Inicial

Dúvida existencial 1

Também me quero candidatar a PR... Será que o cenoura me recebe??? Ou só recebe candidatos do Partido das Rosas???

Comentários:

certamente serias melhor PR do que o cromo (só para não dizer palhaço) que lá está.  
Enviar um comentário

«Inicial

segunda-feira, agosto 01, 2005


Hardangerfjord - Noruega Posted by Picasa

Comentários:

isto sim é qualidade de vida sem necessidade de choque tecnológico....  
Enviar um comentário

«Inicial

Incertezas

Ando há uma semana a tratar uma ITU que os exames laboratoriais demonstram, a microbiologia nega, mas o doente piora. Com exames microbiológicos negativos, não sabemos se o antibiótico usado está a pegar... O doente já melhorou, já piorou, mas está cada vez mais... na mesma.
O coração dele é que está cada vez pior... Quanto mais diuréticos faz, mais ele encharca. Quanto mais se reduz aos soros, mais ele desidrata!!!
À noite, não dorme nem deixa dormir... Ansioso e com falta de ar! A insuficiência cardíaca não o deixa respirar. Já não consegue estar deitado porque encharca... Mas alguém teimou que isso se resolve com uma máscara de oxigénio, que tenho que desligar todos os dias de manhã...
O que o levou ao hospital? Já quase ninguém sabe... Uma sub-oclusão intestinal que não o deixa comer, não se sabe de onde vem e não se pode "investigar" enquanto mantiver este estado geral...
Para ajudar, a única família que tem (uma filha de 72 anos...) foi de férias para o Algarve. Ele, talvez em breve saia do hospital... Esperemos que melhorado, depois das férias da família...

Comentários:

Ora deixa cá ver a coisa...

IC descompensada e O2 não indicado?! ("...uma máscara de oxigénio que tenho que desligar todas as manhãs...").
Assim é dificil de perceber. Deve ser para reduzir os radicais livres que tanto mal fazem ao miocárdio doente...  

Segundo o "único livro que me ensinaram a estudar" - Harrison's Priciples of Internal Medicine, a ICC em nenhum estadio é indicação para O2...  

Caro amigo dúvido que um doente com IC (o 3º C de congestivo como sabe há muito que foi banido da nomenclatura - coisas de guidelines prá aí de 2001)descompensada e (como descreve) "encharcado", portanto com edema alveolar, não tenha hipóxia! O O2 de facto não resolve a IC mas melhora o transporte de O2 aos tecidos e essas coisas que por certo sabe.

PS - também existem guideines para a IC aguda (ou descompensada se preferir)  

Já agora um conselho: não estude só pelo Harrison's!  
Enviar um comentário

«Inicial