sexta-feira, maio 19, 2006

Que condições?

1 doente.
1 Médico.
28 alunos.
Ainda "entra" mais alguém?

Que qualidade podemos esperar desta formação?
Onde param as propinas (€ 900 anuais)?
Formar em massa com um mínimo de qualidade, será possível?


Penso que não!

Considero as propinas um mal necessário, mas estas não resolvem (nem metade) os problemas das Faculdades. Com a subida abrupta das vagas, estes fundos não são suficientes para renovar espaços (garantindo um mínimo de conforto e capacidade), nem contratar docentes, entre outros. Questiono-me porque será o Governo a determinar a capacidade de cada Faculdade, sem conhecer a sua realidade.

É inquestionável (pelo menos para mim) que existe grande falta de prática no curso de Medicina, sustentado em grande carga e avaliação teórica. Mas também como é possível a prática assim?!? Creio que deve ser difícil ter tantos médicos a colaborar. Não será fácil ter sempre doentes disponíveis, para os alunos... Temo um futuro cinzento, com estas condições. É necessário mais prática, que volte o internato, ou que sejam introduzidas medidas que fomentem a formação médica.


Comentários:

na turma pratica com mais alunos em k estou, somos 14 e ja axamos mt...agora o dobro, 28 :S isso e 1 exagero...!!!

o numero de vagas aumenta...e...mantem-se o numero de professores...os hospitais sao os mesmos e n ha capacidade para dar a devida formaçao a todos...

...lembrei-me agora de 2as situaçoes k tenho conhecimento e me fazem confusao...
- os meus colegas de dentaria dizem k tem 1 assistente para cada aluno...isto pk a maioria de dentaria vai para medicina, n tem isso em conta, entao n diminuem o numero de profs...em medicina cada ano abrem novas vagas e n tem isso em consideraçao para a formaçao de novas turmas... :S
- por exemplo, lembro-me de no 3.º ano, quando tinha as aulas praticas de propedeutica...ja era dificil encaixar o pessoal todo...agora ainda sao mais alunos, pois ja aumentaram as vagas...se no meu ano ja havia problemas, agora estes ainda sao maiores....mas devem axar k os H.U.C. sao mt grandes...cabe o ppl td... pk para o proximo ano ainda virao mais cerca de 20 alunos dos açores...n sei sinceramente onde os irao colocar :S  

Concordo em absoluto com o teor deste post :)

Mas ainda há quem não queria ver... Não dá votos!  

pois é...o número de vagas aumenta e as faculdades não se adaptam, nem ao nível de infraestruturas, nem ao nível de recursos humanos... e quem 'paga', por ver prejudicada a sua formação, são os alunos...

na minha faculdade, caso alguma vez os alunos fossem todos às teóricas de anatomia, não cabiam...acontecia como nos seminários que se realizam no mesmo espaç: ficamos sentados no chão, nas escadas, nos cantos, ao colo... :| porque não há mesmo lugar para todos...

Parabéns pelo blog :)  

De facto a ANEM e tds os estudantes deviam centrar os seus protestos nestas situações e exigir qualidade. Em vez disso as associações estão repletas de jogos politicos e o ENEM é o auge das preocupações. Na verdade eu tenho uma experiência radicalmente diferente. Sou aluno de Medicina na UBI-Covilhã e, pelo facto de sermos poucos em cd ano e estarmos divididos pelos hosp e c de saude da Guarda, Cast Branco e Covilhã temos um doente para um aluno e um tutor e oportunidade de praticar mt e com qualidade.
Conclusão: é possivel melhorar o ensino, basta largar as desconfianças e aprendermos tds sem excepção uns com os outros.  
Enviar um comentário

«Inicial