domingo, novembro 11, 2007

"Caridade"

A caridade não aumenta a qualidade!
Olhemos para o exemplo do futebol. Ainda este fim de semana foi notótio no empate do FCPorto na Amadora. Sendo o FCPorto a mais poderosa (a meu ver) equipa a nível nacional, não se entende o porquê de resultados tão parcos a nível nacional, frente a equipas que não estão ao nível das suas reservas. Porque não cerregam os campeões no "acelerador"? Porque não jogam a alto nível durante os 90 minutos?
Se tal ocorresse os jogadores necessitariam de maior descanço, dando mais oportunidades aos "suplentes". Além disso também as equipas mais "pequenas" teriam que se "esforçar" muito mais, para fazer face a tais exigências. Como se não fosse suficiente as equipas nacionais estariam melhor preparadas para a "rotação" internacional (que tanta falta fizeram ao Paços de Ferreira, por exemplo).
Assim, e como conclusão, deixo este pensamento, que aliás é visto no rugby:
"Ter pena dos pequenos é boicotar o seu desenvolvimento, é necessário exigência para que cresçam mais fortes."

Comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...
Perante uma grande sacanice que está a ser feita sobre alguns professores que não recebem vencimento,têm horários d e12 horas ou estão a recibos verdes sugere-se que todos os blogues publiquem a notícia que está no http://cegueiralusa.com  
Enviar um comentário

«Inicial