segunda-feira, janeiro 10, 2005

Afinal não é só cá...

A história de hoje é muito curta... um menino, 7 meses de idade, 6 meses e 1/2 passados no hospital. Nasceu com uma imunodeficiência severa e como tal tem grande susceptibilidade de apanhar infecções. É uma doença com consequências semelhantes às da SIDA, só que mais graves e não é infecciosa é congénita.
A sua única esperança de ter uma vida normal é o transplante de medula óssea. Uma vez que não existe dador compatível, tem de fazer transplante de células maternas modificadas.
Esta é uma doença muito rara. E cá não se pode fazer esse tratamento... Todos os contactos efectuados, um processo que se arrasta já há alguns meses, apoio das autoridades de saúde... Finalmente tudo pronto para que o bebé possa ser transplantado em Paris. Burocracias tratadas, mãe preparada, equipa médica de acompanhamento preparada (já que a própria viagem tem grandes riscos de complicações).
Aguarda há alguns dias que seja autorizada a transferências por parte dos médicos franceses... Era para ter sido o ano passado, era para ter sido a semana passada, era para ser esta semana, também não vai ser na próxima...
Motivo: Falta de vagas, ou seja, também ele está em lista de espera!

Comentários:

O eterno problema... :(  

Espero que todos os que lerem esta mensagem já sejam potenciais dadores de medula óssea. Não custa nada (basta darem uma pequena amostra de sangue) e pode salvar uma vida. Quem quiser ser procure o centro de histocompatibilidade mais perto (no Porto fica dentro do Hospital S. João).  

Arrepio... é só o que sinto e o que posso dizer a estas "listas de espera pela vida".  
Enviar um comentário

«Inicial