terça-feira, janeiro 04, 2005

Tal dinheirico tal trabalhico...

É a 3ª vez no espaço de poucos dias que ouço esta expressão... E sempre para justificar a falta de empenho no trabalho.

E que tal se invertessem a frase??? E se os portugueses começassem antes a pensar: Tal trabalhico, tal dinheirito? Ou então tal trabalhão, tal dinheirão?

Todos falam de que os salário portugueses são baixos, que os restantes europeus ganham muito dinheiro e nós somos todos uns coitadinhos. O que se esquecem de falar é que os outros produzem mais riqueza. Um trabalhador alemão ganha mais do que um português... e até trabalha menos horas. Mas a riqueza que produz é 2 vezes maior.

Há algo em que gosto de acreditar e me foi incutido familiarmente desde muito cedo: "Não é possível receber sem se dar..."
Vamos todos dar um bocadinho mais de nós mesmos, para podermos depois receber o retorno!

Comentários:

concordo plenamente... estou aqui passeando por blogs aleatóriamente e por sorte encontrei esse daqui...

você tem razão... não se pode querer o salário de alguém que trabalha na BMW se você trabalha numa padaria, por exemplo

Justamente por ser brasileiro que sei exatamente como é esse tipo de coisa e compartilho da sua opnião.  

Olha que eu conheço um padeiro (mas é o dono da padaria) que ganha muuiito dinheiro. As pessoas têm que apostar mais na sua formação profissional (de forma a produzirem trabalho com valor acrescentado) e de serem mais disciplinadas a trabalhar (não é ter um emprego, passar lá muitas horas, mas fazer o que se fazia numa hora). Tb é preciso dizer que por vezes não têm as condições que lhe permitem rentabilizar o seu trabalho. O aumento da produtividade será um longo caminho a percorrer.  
Enviar um comentário

«Inicial