segunda-feira, fevereiro 07, 2005

Às segundas leituras (I)

Em complemento do "pregador dominical", inicio aqui um novo espaço de partilha de "links" para notícias ou textos que considero interessantes, ou que pelo menos fazem pensar. Não concordarei necessariamente com todos, mas regra geral, colocarei textos com os quais me identifico. É assim mesmo, textos para ler às segundas, e que merecem ser lidos segunda vez!

Afinal ainda é possível recuperar o nosso património histórico.

Um herói dos dias modernos. Este homem, sabendo que o seu avião se iria despenhar, mudou intencionalmente de rota, para não cair numa área residencial.

Acerca da hipocrisia dos jornalistas que conduzem debates e se queixam de não serem respondidas as perguntas que eles não fizeram.

A ironia da Esclerose Lateral Amiotrófica. Ou em como um médico que dedicou toda a sua carreira à ELA, acaba por ser afectado por ela...

Ameaça de uma nova Guerra Fria. Fui dos que apoiou a intervenção no Iraque, que apoia a causa Israelita, acredita na luta contra o terrorismo e admira muitas das lições democráticas e de desenvolvimento da sociedade americana. Mas isto é capaz de ser um bocadinho exagerado...

Papa João Paulo II acusado de fazer playback. A confirmar-se é mais um "embuste" da igreja católica. Um entre tantos outros...

E para terminar... alguém que pensa como eu! Talvez não seja tão radical e não duvide das intensões, mas também acha que o Cenoura abriu um precedente gravíssimo. Muito mais grave do que termos governo de PSL por mais 2 anos!

Comentários:

Em primeiro lugar parabéns pelos teus textos que em geral gostei muito. Espero que continue a haver todas as semanas (aviso-te já que nem sempre é fácil). Comentários (tem que ser):
- "A lição a retirar da atitude do piloto anónimo, para sempre confundido com o chão onde se despenhou...", esta parte está um pouco macabra mas a linha geral do artigo estava correcta, nomeadamente no chamar à atenção da situação em Darfur.
- EXCELENTE texto do Augusto Santos Silva.
- eu sei que não é bonito mas o que me chamou à atenção na notícia da ELA é que ele tem 56 anos e a mulher 30. Ainda sou conservador.
- questão do papa: mais do que se foi playback ou não (na verdade parece-me irrelevante excepto para a saúde do papa) é uma falta de humanismo: não o deixam reformar-se (aí se o PCP sabe que ele já tem bem mais que 70 anos). Tenham pena dele e deixem-no ficar na caminha quentinho.

Ainda estou há espera do resto do teu programa de governo  
Enviar um comentário

«Inicial